quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Manual político-midiático das ações do imperialismo estadunidense e da burguesia interna na Venezuela



PRIMEIRA PARTE:

- Provoque ações de desestabilização econômica para causar caos social. Forma clássica: retenção de produtos por parte da burguesia [1]. Divulgue através dos monopólios de mídia, nacional e internacionalmente, que a culpa é da política econômica ineficiente do governo. 

- Ataque órgãos públicos, escolas, hospitais, sedes de partidos de esquerda e de movimentos sociais [2]. Complemento: esconda da cobertura midiática essas ataques e quando o governo responder para conter a violência mostre-o como repressor atacando manifestantes "pacíficos". 

- Faça atentados e mate líderes de esquerda para acabar com a moral do povo e provocar medo nas forças de esquerda. De novo: evite dar qualquer destaque para o assassinato de líderes de esquerda, como o assassinato de Robert Serra e sua esposa (um dos grandes líderes do PSUV, partido do governo) [3]. 

- Contrate mercenários da Colômbia para fazer ataques armados contra órgãos do governo e agentes do Estado. Mate vários agentes do Estado e quando o governo responder para conter a violência acuse-o de ser repressivo através de uma forte manipulação midiática [4]. 

- Fale de mortes nos protestos e diga que o governo não aceita oposição. Esconda o quanto puder cenas de "manifestantes" armados como guerrilhas e não mostre o fato de que a maioria das vítimas nos "protestos" foram chavistas apoiadores do governo [5]. 

- Conclusão fundamental da primeira parte: use os monopólios de mídia para tachar qualquer denúncia do golpismo como "teoria da conspiração" ou "desculpa do governo autoritário e ineficiente". O movimento é duplo: fortalecimento da campanha de desestabilização e da campanha midiática desacreditando as denúncias do governo e de órgãos internacionais como Unasul, Celac, etc. 

SEGUNDA PARTE:

- O governo reage ao golpismo e prende os organizadores do golpe. Nesse momento minta afirmando que a prisão foi ilegal, sem o devido processo legal e autoritária [6]. 

- Esconda o passado dos golpistas presos. Não fale de forma alguma que todos os presos têm histórico de participação em outras tentativas de golpes de estado, foram anistiados, gozavam de todos os direitos políticos e continuavam com ações golpistas [7].  

- Mobilize uma rede de ONGs ligadas aos Estados Unidos para fazer a denúncia da "violação dos direitos humanos", reforce a lenda midiática de um governo autoritário reprimindo manifestantes pacíficos e democráticos. Use essa campanha de difamação mundial para justificar maiores sanções econômicas e diplomáticas - que reforçam o caos econômico. 

- Arraste setores da "esquerda" que não conseguem pensar por conta própria e são capachos do imperialismo para a denúncia do "autoritarismo de Maduro" e fortaleça ainda mais os ataques político-midiáticos [8]. 

- Nesse momento o imperialismo estadunidense já começa a falar em intervenção político-militar para garantir a "democracia e os direitos humanos". Para justificar isso é fundamental: não tocar em momento algum no histórico golpista da oposição burguesa na Venezuela e nem no histórico de golpes na América Latina com participação direta dos Estados Unidos. 

- Conclusão fundamental: As ações de desestabilização continuam e se intensificam. O governo fica acuado. Se reagir ao golpismo é mostrado como anti-democrático e autoritário e isso é usado para justificar mais ações diplomáticas, econômicas e políticas contra o governo. Se não reagir, sofrerá um golpe mortal. Todo apoio popular e as milhares de manifestações pró-governo são escondidas pelos monopólios de mídia e cria-se a impressão de que ninguém no país apoia o governo. A direita e certos setores da esquerda são participes dessa campanha. E a marcha para o golpe continua... [9]

Notas.

[1]- : http://www.diarioliberdade.org/america-latina/laboral-economia/53683-empresas-escondem-toneladas-de-alimentos-da-popula%C3%A7%C3%A3o-para-boicotar-o-governo-na-venezuela.html

[2] - http://operamundi.uol.com.br/conteudo/opiniao/34046/a+venezuela+e+atacada+novamente+.shtml
[3] - http://operamundi.uol.com.br/conteudo/noticias/38077/deputado+chavista+e+esposa+sao+assassinados+em+caracas+causas+serao+investigadas.shtml

[4] -http://operamundi.uol.com.br/conteudo/noticias/33992/protestos+na+venezuela+web+e+usada+para+difundir+imagens+falsas+ou+descontextualizadas+.shtml
[5] - http://operamundi.uol.com.br/conteudo/opiniao/34786/se+a+oposicao+venezuelana+fosse+francesa%85.shtml
[6] -http://www.revistaforum.com.br/rodrigovianna/vasto-mundo/venezuela-ordem-judicial-determinou-prisao-de-ledezma-por-envolvimento-em-atos-de-violencia/
[7] - http://cclcp.org/index.php/inicio-pclcp/internacional/638-conheca-antonio-ledezma-o-prefeito-detido-na-venezuela-por-golpismo
[8] - http://cstpsol.com/viewnoticia.asp?ID=671
[9] - http://pcb.org.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=8190:comentarios-sobre-o-golpe-frustrado-na-venezuela&catid=54:venezuela

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE AQUI SUA OPINIÃO!
responderei.